A vida é tão triste sozinha. A vida é tão triste sem você.

Marina Prado

Sabe de uma coisa? Não, você não sabe. Vou te contar. Eu ando tão sensível. Precisando assim de uma palavra suave, de um gesto inesperado - e belo. Você consegue me surpreender de um jeito bom? Diz que sim, preciso tanto de você. Que coisa louca essa: a gente precisa de alguém… Ando meio fora dos trilhos, se é que você me entende… Palavra é a coisa mais séria que existe na minha vida. Por favor, não me engane. Por favor, não me enrole. Por favor, não me minta… Não faça com que eu perca essa pureza. Entende? Dar a palavra é assinar um contrato imaginário: minha alma não vai ferir a sua. Por favor, dê valor para as suas palavras.

Clarissa Corrêa.    (via coutes)

(via coutes)

Para uns,
O amor
Transborda
Para outros,
Derrama.

Eu me chamo Antônio   (via apagou)

(via apagou)

2 3 4 5 6